top of page

Terra e Mata: Dia de Campo aborda a importância de uma propriedade rural diversa


A diversificação de produção foi tema do Dia de Campo realizado pelo Projeto Terra e Mata na propriedade da produtora Lindaura Dias, em Costa Marques – RO. A propriedade foi escolhida por ser uma referência no âmbito de diversidade no município.


De acordo com o Ramon Souza, extensionista do Projeto, o dia de campo auxilia na troca de experiências entre os produtores da região e até mesmo os extensionistas.


“à propriedade dela – Lindaura - é uma referência dentro do município de Costa Marques, onde ela diversifica o máximo possível dessa propriedade. Ela produz banana, cacau, abacaxi, entre outros; trabalha com a feira, então é uma propriedade que ela tenta rentabilizar. Ela conta as experiências e na conversa conseguimos mapear tudo o que está acontecendo, quais os desafios, o que deu certo e o que não deu”, explica Ramon.


A diversidade de culturas é uma das bases para a produção agroecológica, e o quintal produtivo do Projeto Terra e Mata, que tem o apoio financeiro do Fundo Socioambiental Caixa, auxilia nesse processo através da doação de mudas frutíferas e arranjos florestais que podem gerar renda para as agricultoras.



No caso da Lindaura, ela já trabalha com esse sistema misto há algum tempo, buscando uma melhoria na renda. “A gente vem trabalhando com o projeto alternativo para não ficar dependente de apenas uma cultura, porque a hora que um tiver com o preço ruim, a outra [cultura] consegue manter”, ressalta a produtora.


Dentro do Projeto Terra e Mata, uma nova área da propriedade receberá as mudas para um plantio total, ou seja, irá começar do zero um novo quintal produtivo a partir das mudas frutíferas fornecidas por meio do projeto, visando a agregação de valor da propriedade.


“Com o projeto a gente vai plantar as frutíferas, o excedente a gente vai vender na cidade, e os que demorarem para produzir, os filhos da gente, os netos da gente vão conhecer, e deixar um legado para a família. Então amanhã a gente vai ter uma renda, vai ter uma propriedade organizada, vai ter as fruteiras produzindo e é o que a gente busca, ter uma renda melhor”, finalzia Lindaura.


5 visualizações0 comentário
bottom of page